Arquivo da tag: Carnaval

O aniversário do Rio é puro Samba

706f5ff3-0fbd-407b-b8ba-b39619b59f51

Começando no Réveillon e passando pelo Carnaval, o aniversário do Rio de Janeiro, que cai no dia 1 de março, já foi festejado de diversas maneiras na cidade Maravilhosa. A Portela levou para avenida o enredo “ImaginaRio, 450 Janeiros de uma cidade surreal“, e o carro da águia, símbolo da escola, que lembra a estátua do Cristo Redentor.

Os camarotes da Passarela do Samba também se inspiraram nos 450 anos da Cidade Maravilhosa. A maioria dos espaços estavam decorados com o tema. O Samba Carioca, da Global Marketing e Eventos, no setor 9, montou uma exposição de fotos “Bate-Bola, Rio Carnaval Secreto“, do francês Vincent Rosenblatt, retratando os clóvis dos subúrbios. A exposição completa poderá ser vista a partir do dia 25/2, na Aliança Francesa de Botafogo.

Já o camarote corporativo Samba Carioca teve apoio da Câmara de Comércio França-Brasil e da Cámara Oficial Española de Comercio en Brasil. Durante os intervalos dos desfiles o camarote contou com apresentações de dançarinos e músicos do show “Ginga Tropical”, e os convidados das 40 empresas participantes receberam a edição especial da revista “Global”, dedicada aos 450 anos, com a história e as atrações da cidade.

Outro destaque das comemorações foi a sustentabilidade que ganhou uma vitrine no espaço da Global, com a divulgação de projetos da Green Nation, Climate Reality Project e Sustentarte. Já o artista plástico Alfredo Borret foi convidado para distribuir broches que criou em homenagem aos 450 anos do Rio, feitos com tampinhas de garrafas recicladas.

Anúncios

Rumo ao progesso do Carnaval

carnavália

O Carnavália-Sambacon, ocorrido na última semana no Centro de Convenções Sulamérica, foi um verdadeiro sucesso de público, negócios, debates e inovações. Sambistas do Brasil e do mundo saíram satisfeitos da 1ª feira de negócios do carnaval do Brasil.

A feira contou com expositores de diversos ramos, lojas especializadas, imprensa, empresas prestadoras de serviços, ou seja, tudo que os gestores e os foliões sempre desejaram em um lugar só. O evento foi bastante organizado e a estrutura do espaço muito bem montada. Quem passou pela feira por curiosidade, ou para fazer novos contatos comerciais, não se decepcionou.

O ponto alto do evento foram as discussões que aconteciam diariamente na sala de debates. Todas as mesas contavam com pessoas renomadas e personalidades dos assuntos discutidos. Diversos temas foram postos em pauta de maneira que se debatesse essa manifestação cultural que é o carnaval.

Dentre as mesas de debates ocorridas no evento foram discutidas a profissionalização do carnaval, um caminho que certamente será impossível de ser revertido. Cada vez mais existe a necessidade de especialistas e profissionais capacitados para o exercício de determinadas funções. Foi debatido o modelo administrativo atual, e os novos patamares que as inovações tecnológicas, capacitação de profissionais, e a boa liderança podem trazer para a gestão das escolas de samba. Foi comentada a necessidade de legislações específicas para os blocos de rua e da desburocratização nas esferas do poder público para realização do carnaval de rua carioca. E fechando os debates do evento foi posto em pauta a cobertura da imprensa e a gestão das mídias socias no universo do carnaval.

Com esse evento ficou evidente que existia uma lacuna do setor, e que esse espaço foi muito bem preenchido pelo Carnavália-Sambacon. Com a boa receptividade do público, a 2ª edição da feira está garantida, mas ainda com datas a serem divulgadas. Até lá é aprimorar e aumentar a participação de expositores, atrações e público.

 

Ah, então é carnaval…

foto_carnaval_sapucai

Nem mesmo as festas de fim de ano acabaram e já estamos na expectativa de mais um grande evento anual: o carnaval.

Segundo a Wikipédia, Carnaval é um período de festas regidas pelo ano lunar no Cristianismo da Idade Média. O período do Carnaval era marcado pelo “adeus à carne” ou “carne vale” dando origem ao termo “Carnaval”. Durante o período do Carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes. O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX.

E confesso que este formato moderno de fantasias , desfiles high-tech e etc… era o que me encantava. Sempre achei fabulosa a forma como os carnavalescos transformavam um tema em alegorias e carros alegóricos super criativos. Uma verdadeira viagem histórica através da música e brincadeira.

bola-preta
Cordão da Bola Preta

Hoje a minha percepção mudou. E me arrependo de ter passado tantos anos apreciando somente as belezas dos desfiles das escolas de samba. Como assim ser carioca e nunca ter curtido os blocos de carnaval da cidade maravilhosa?

E  foi com esse pensamento que há dois anos resolvi mudar o panorama. Deixei de viajar como sempre fazia e resolvi cair no samba. Ah, e como é bom cair no samba… Desde blocos mais tradicionais como o Cordão do Bola Preta, até os blocos menores (bairristas) que me remetem a infância de quando nossos pais fantasiavam a gente para curtir a festa na pracinha da cidade.

E apesar do carnaval hoje ser “praticamente” produzido para turista ver,  isso em nada tira os méritos dessa grande festa popular. Principalmente os tradicionais blocos de rua que sacodem a cidade.

Para melhorar, é um período que mexe com toda a economia do Rio de Janeiro. Desde o turismo, aos ambulantes que estão sempre prontos para agradar o consumidor. E agradam tanto que jamais vou esquecer o “Caipilé” da Taís no carnaval passado. Caipirinha em forma de sacolé vendidos a 1 real. Fantástico! Não entorna no meio do pula-pula e ainda mata a sede.

Não é exagero nenhum dizer que a maioria das pessoas que conheço está na expectativa desse período. E eu também estou.

Então que venha o carnaval!